Frequently Asked Questions​

O Universo é enorme e as descobertas acerca do mesmo estão sempre em expansão! O Bom desta área é que ainda há tanto por descobrir que os Físicos e os Engenheiros Físicos podem fazer TUDO! Para eles, o Universo é a oportunidade da descoberta!

Apesar de não existir uma resposta direta e universal para esta pergunta, de modo imparcial, registamos que ambos os cursos são bastante parecidos nos anos iniciais, nomeadamente na partilha de unidades curriculares nos anos de licenciatura. No entanto, com o avanço nos planos de estudos – sobretudo na transição para os anos de Mestrado -, torna-se progressivamente mais evidente a identidade ou especialização de cada curso, que, em geral, se resume a uma  tendência para que o ramo de Física seja mais centrado em investigação – teórica ou experimental – ao passo que o de Engenharia Física seja mais focado nas aplicações diretas e práticas dos fenómenos físicos, frequentemente em contexto empresarial. É importante reforçar que esta é apenas uma tendência! É sempre possível que um Engenheiro Físico se foque na área da Investigação, tal como que um Físico tenha um acesso ao meio empresarial, pelo que, embora a distinção seja relevante na escolha do curso, não é totalmente limitadora no futuro profissional. É de notar ainda que todas as diferenças existentes entre estes cursos varia de universidade para universidade e, consequentemente, de plano de estudos para plano de estudos. Assim sugerimos um estudo aprofundado dos mesmos, bem como da sua estrutura curricular, para uma escolha devidamente informada.

Para o mesmo curso existem diferentes planos de estudos, logo diferentes focos na área da Física. Os planos de estudo de cada curso, de cada universidade, é a chave para descobrires qual se enquadra melhor em ti! 

Por exemplo, interessas-te mais pela área da Ciência dos Materiais? Então, as Universidades do Porto, Minho e de Aveiro serão as opções mais indicadas! Ou, pela área da Ótica e Lasers? A Universidade do Porto tem muito prestígio nesta área! Ou, até mesmo, pela área de Eletrónica e Instrumentação? Então, a Universidade de Coimbra e o Instituto Superior Técnico serão a tua nova casa!

Existem todo o tipo de especializações dentro da área da Física, desde a Física Médica à Astrofísica, a especialização numa área específica dentro da Física passa por uma escolha pessoal ao qual a especialização muda de universidade em universidade. (Por outras palavras, cada universidade tem especializações viradas para uma área da Física diferente.)

Feita a distinção entre Física e Engenharia Física é seguro dizer que ambas trazem uma grande vantagem/mais valia para a Humanidade mas com diferentes contributos! Um Físico, adequa-se mais a um trabalho dentro da indústria transformadora; das empresas de tecnologia e informação ou até mesmo em centros de divulgação de ciência (como os museus), um Engenheiro Físico tem a possibilidade de trabalhar na área da Energia (Ex. No desenvolvimento e conceção de materiais e de dispositivos para células fotovoltaicas); da Ótica; da Instrumentação; dos Materiais (lidando com as próprias propriedades físicas, químicas ou biológicas dos materiais) ou inclusive na área da Física Médica (Ex. Na conceção  detetores de radiação Gamma e UV para aplicações na imagiologia médica).

Segundo o Instituto do Emprego e Formação Profissional a taxa de empregabilidade do curso de Engenharia Física varia de 95,7% a 100%, e, do curso de Física, de 97,5% a 99%. Sendo seguro afirmar que a nível nacional, ambos os cursos têm uma média de empregabilidade de 98%!

As Licenciaturas oferecem-te a oportunidade complementares a TUA área de estudos e enriqueceres o teu conhecimento com uma outra área que gostes ou te motive a conheceres, apresentamos te assim os MENORES!

Com esta oferta, dada pelas faculdades, podes estar em Física e estudar um pouco de uma outra área, permitindo-te assim alargares os teus horizontes para além do próprio Universo!

Atualmente, as Universidades de Lisboa (FCUL); de Coimbra e do Porto oferecem a possibilidade de se realizar um Menor em diversas áreas! A Universidade do Minho oferece também a possibilidade de realizares a tua Licenciatura com uma componente em Física Médica ou com uma componente em Química.

Ainda tens dúvidas que não foram esclarecidas? Não te preocupes, podes submeter as tuas dúvidas no seguinte forms e nós respondemos assim que possível!

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com